Globo inaugura o maior complexo de produção de conteúdo da América Latina

globoplay.globo.com/v/7828262/ José Roberto Marinho, Roberto Irineu Marinho e João Roberto Marinho inauguram o MG4 — Foto: Miguel Folco/G1

A Globo inaugurou, nesta quinta-feira (8), três novos estúdios, ampliando o maior complexo de produção de conteúdo da América Latina, os Estúdios Globo, na Zona Oeste do Rio.

Com setores de produção e armazenagem, os novos espaços ocupam uma área total de 26 mil metros quadrados – cerca de quatro campos de futebol. Entre pesquisa e obras, foram cinco anos para concluir o projeto – chamado Módulo de Gravação 4 (MG4) –, que teve um investimento de R$ 207 milhões.

Apostando em inovação tecnológica e voltado à dramaturgia, o MG4 parte de um conceito que prevê a adoção de métodos de gestão e uso de recursos com que contam grandes produções internacionais. Os três estúdios estão habilitados para os formatos 4K e 4K HDR, por exemplo (leia mais abaixo).


Os Estúdios Globo passam a ter uma área de 1,17 milhão de metros quadrados, onde ficam 13 estúdios de gravação – no total, eles somam 12,5 mil metros quadrados.

"A inauguração deste novo complexo de estúdios é a prova de que os meus irmãos e eu – e agora também nossos filhos – honramos essa tradição. Ao longo das décadas, o Brasil pôde testemunhar que, em essência, somos excelentes contadores de história, não importando o meio de distribuição", declarou Roberto Irineu Marinho, presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo, na solenidade oficial de inauguração realizada nesta manhã, em que também estiveram presentes os acionistas João Roberto Marinho e José Roberto Marinho, seus familiares, além de elenco e executivos das empresas Globo.

"Nossos conteúdos – nossas histórias – ao mesmo tempo são impactados por nossa cultura e por nosso povo e impactam essa mesma cultura e esse mesmo povo. Essa é a chave do nosso sucesso no passado, no presente e no futuro. E é o que nos dá confiança para realizarmos investimentos tão vultosos quanto os necessários para a construção destes três novos estúdios, em que mais histórias serão produzidas para serem contadas."

Jorge Nóbrega, presidente-executivo do Grupo Globo, afirmou em seu discurso:

"Eu vi a emoção e o sonho nos olhos das pessoas que estavam fazendo isto aqui. E é isso que a gente é: nós somos pessoas que construímos sonhos. Sonhos que geram experiências emocionais em outras pessoas. Porque essas empresas trabalham com sonho, trabalham com emoção. E, no nosso negócio, sem sonho e sem emoção, a gente não anda. Eu queria fazer uma homenagem às pessoas que fizeram isso aqui, às pessoas que estão fazendo esses sonhos todos os dias, e dizer que a vista que a gente tem depende da montanha que a gente sobe. E a Globo não tem medo de altura."

Os três estúdios do MG4 agora aumentam a capacidade de produzir novelas, séries, minisséries, realities, formatos originais, programas de humor e variedade. A média atual dos Estúdios Globo é de cerca de 3 mil horas de entretenimento por ano.

Carlos Henrique Schroder, diretor-geral da Globo, disse:

"Eu vejo páginas em branco ao invés de paredes. Páginas onde serão escritas emoções, que sentiremos e faremos o brasileiro sentir, onde quer que ele esteja. Onde alguns veem uma enorme sala equipada com o que há de mais avançado em tecnologia, eu vejo as obras que vamos produzir aqui. Novelas, séries, histórias vivas que vamos lançar a partir daqui para encantar o mundo e levar o talento brasileiro, a cultura brasileira, a conquistar ainda mais o mundo. Aqui, nós faremos o brasileiro se emocionar um pouco mais, sorrir um pouco mais, viajar um pouco mais no universo criado, interpretado, ambientado, dirigido, iluminado por nós... por todos nós".
olco/G1
Globo inaugura estúdios e amplia maior complexo de produção de conteúdo da América Latina
Jornal Hoje
00:10/13:09
Globo inaugura conjunto com o maior complexo de produção de conteúdo da América Latina

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.